Deputado Wilde Cambão propõe que empresas de transporte coletivo aceitem pagamento de passagem via Pix

345
Araguaia
Foto: Eduardo Ribeiro

Tramita na Assembleia Legislativa o projeto n° 2343/22, de autoria do deputado Wilde Cambão, que pretende obrigar as empresas de transporte coletivo a disponibilizar meios de pagamentos instantâneos autorizados pelo Banco Central do Brasil.

De acordo com a proposta, o pagamento via Pix poderá ser feito por meio do aparelho celular, no aplicativo bancário. A empresa deverá disponibilizar um QR Code ao usuário, para que seja feito o pagamento instantâneo da tarifa de transporte. O preço da passagem corresponderá ao valor vigente pago em dinheiro ou com bilhete eletrônico.

“É de extrema importância mencionar que os avanços tecnológicos podem propiciar e facilitar a cidadania. A tecnologia é uma ferramenta eficaz para auxiliar nos afazeres do dia a dia”, justifica Cambão. Caso a matéria seja aprovada, as empresas de ônibus concessionárias terão o prazo de 120 dias para se adaptarem.

O projeto de lei está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Alego e foi distribuída ao relator deputado Talles Barreto.

Ouça “Já pensou em pagar ônibus com Pix?” no Spreaker.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui