Prefeitura de Goiânia alerta sobre criadouros do Aedes aegypti durante o feriado da Semana Santa

72

om a chegada do feriado prolongado da Semana Santa, que se estende até domingo (31/3), e a continuidade do período chuvoso, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ressalta a importância da prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika e chikungunya. O alerta é direcionado, especialmente, aos moradores que planejam viajar neste período, para destacar a necessidade de eliminar os criadouros do mosquito antes de deixar suas residências.

O titular da SMS, Wilson Pollara, enfatiza a relevância da ação preventiva e destaca que a medida mais eficaz é eliminar os focos do mosquito. “Pedimos à população, principalmente aqueles que pretendem viajar, para que descartem adequadamente recipientes que possam acumular água parada, como latas, garrafas, embalagens, dentre outros”, alerta. Pollara frisa a importância de uma atuação conjunta entre moradores e Agentes de Combate a Endemias (ACEs) para combater o mosquito.

O secretário ressalta ainda que 75% dos focos do mosquito são encontrados nos quintais residenciais, conforme dados do Ministério da Saúde (MS), e reforça a responsabilidade de cada cidadão na prevenção. “Um balde esquecido no quintal ou um pratinho de planta na varanda, após uma chuva, podem facilmente se tornar focos do mosquito e afetar toda a vizinhança”, diz.

O ciclo de reprodução do Aedes aegypti é rápido e, mesmo durante uma viagem curta, é essencial estar atento à eliminação de possíveis criadouros. Medidas simples, como verificar se a caixa d’água está vedada, limpar calhas e manter pneus sem água, podem fazer a diferença. Pollara destaca que apenas 15 minutos por semana são necessários para uma vistoria completa em casa, eliminando todos os possíveis focos do mosquito.

“A palavra de ordem é não deixar acúmulo de água, pois esse é o ambiente ideal para a proliferação do mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya”, reforça o secretário. Ele ressalta a importância de cuidados específicos, como a vedação correta de caixas d’água e poços artesianos, o tratamento adequado de piscinas com cloro e a desativação de piscinas infantis não utilizadas por longos períodos.

Dicas para evitar criadouro do mosquito Aedes aegypti:

  • Verifique ralos e calhas para evitar que a água da chuva fique retida;
  • Elimine vazamentos e entupimentos nos encanamentos para não acumular água;
  • Feche a tampa dos vasos sanitários;
  • Vede completamente caixas d’águas e poços artesianos;
  • A caixa coletora de descongelamento atrás da geladeira deve estar seca;
  • Trate as piscinas com cloro. Se não for usá-las por muito tempo, o melhor é desativá-la, deixando-as secas;
  • O quintal deve estar limpo. Descarte o lixo em sacos plásticos vedados;
  • Se não for descartar garrafas e objetos que acumulem líquido, que eles sejam armazenados em locais cobertos e sempre de cabeça para baixo;
  • Vasilhas de água dos animais de estimação devem ser esvaziadas e limpas com água e sabão. Guarde-as de cabeça para baixo em local coberto.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui