Prefeitura de Goiânia lança plantio de 3,5 mil mudas de árvores na Marginal Botafogo em celebração ao título de “Cidade Árvore do Mundo”

65

A Prefeitura de Goiânia lançou o projeto de recomposição florestal para o plantio de 3,5 mil mudas de árvores ao longo de 7,4 km da Marginal Botafogo, na noite desta terça-feira (26/3). O ato marcou a celebração ao recebimento do título “Tree Cities Of the World” ou “Cidade Árvore do Mundo”, pela Prefeitura de Goiânia, que é um reconhecimento da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO-ONU) e Fundação Arbor Day.

O presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Nadim Neme Neto, destacou a importância do recebimento da placa, que contempla Goiânia como Cidade Árvore do Mundo, e a comemoração com o plantio de mais 3,5 mil mudas na cidade. Para ele, o reconhecimento é resultado das ações da Prefeitura em prol do meio ambiente. “Plantamos mais de 300 mil mudas por toda a cidade nos últimos 3 anos, inclusive recuperando áreas que estavam degradadas, assim como nascentes, visando a sustentabilidade ambiental da nossa Capital”, pontuou.

De acordo com o projeto da Amma, serão plantadas mudas específicas para cada trecho da via, conforme suas particularidades.

O superintendente de Gestão Ambiental e Licenciamento da Amma, Ormando Pires, explicou que mudas frutíferas serão plantadas em quatro trechos da Marginal, garantindo alimentação para aves, mas sem atrair animais como macacos e outros mamíferos. “O intuito do planejamento é não atrapalhar o trânsito no futuro com a presença de animais, em uma via tão movimentada. Mesmo assim, garantindo um dos maiores e mais belos corredores verdes de Goiânia”, explica.

A assessora técnica da Amma, Fabíola Oliveira, afirmou que o foco está na arborização da Marginal, dividida em nove trechos, com árvores adaptadas ao local para absorver impactos do trânsito e melhorar a estética. As árvores foram selecionadas, considerando fatores como resistência à seca, proximidade de áreas de alta tensão e inclinação do terreno”.

A margem do Córrego Botafogo está sendo contemplada da Alameda Botafogo, com início na Avenida 2ª Radial, no Setor Pedro Ludovico, até a Rua Z1, no Setor Norte Ferroviário. No primeiro trecho, onde já começou o plantio entre a Avenida 2ª Radial até a Rua 1018, estão sendo colocadas 645 mudas de espécies variadas em 12.928 metros quadrados.

Já no trecho dois serão plantadas árvores de Ipê Amarelo e Ipê Roxo, entre a Avenida 2ª Radial até a Avenida Deputado Jamel Cecílio. No trecho três, entre a Avenida Deputado Jamel Cecílio até a Avenida A, o plantio será de Ipê branco. “As faixas permeáveis nesses pontos são estreitas. Portanto, as árvores escolhidas possuem tronco reto a levemente tortuoso, não sendo tão grandes”, explica o biólogo Leandro Georges, autor do projeto.

Confira as espécies de mudas que serão plantadas em cada trecho

  • Trecho 1: Variedade de espécies – 645 mudas – Avenida 2ª Radial até a Rua 1018
  • Trecho 2: Ipê amarelo e Ipê Roxo – 347 mudas – Avenida 2ª Radial até a Avenida Deputado Jamel Cecílio
  • Trecho 3: Ipê branco – 320 mudas – Avenida Deputado Jamel Cecílio até a Avenida A
  • Trecho 4: Bacupari e Mama cadela – 446 mudas – Avenida A até a Rua 243
  • Trecho 4 Área verde: Variedade de espécies – 274 mudas
  • Trecho 5: Nó –de–porco – 309 mudas – Rua 243 até a Avenida Universitária
  • Trecho 6: Murici e Mangaba – 251 mudas – Avenida Universitária até Avenida Anhanguera
  • Trecho 7: Ipê Tabaco – 395 mudas – Avenida Anhanguera até Avenida Independência
  • Trecho 8: Caju do cerrado e Pimenta de Macaco – 152 mudas – Avenida Leste Oeste até Rua 301
  • Trecho 9: Cagaita e Quaresmeira – 396 mudas – Rua 301 até Avenida Goiás Norte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui