Câmara de Goiânia derruba veto e garante direitos de pessoas com nanismo no transporte coletivo

219
vereador

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Goiânia aprovou a derrubada do veto parcial do prefeito à lei de adaptações no transporte coletivo para pessoas com deficiência e idosos.

A lei determina a instalação obrigatória de validadores acessíveis a pessoas com nanismo e baixa estatura.

O vereador autor do projeto, Lucas Kitão, afirma que essa proposta, que é uma demanda antiga das pessoas com nanismo, pode servir de exemplo para outros municípios no Brasil.

As concessionárias têm 90 dias para equipar os veículos com validadores e catracas de fácil acesso, sob pena de multas cujos recursos serão destinados à Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui